domingo, 9 de dezembro de 2012

Artestágios II

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Corpos e “modelos” de masculinidades: o foco nas mídias - de Celso Vitelli

Meu texto publicado em outubro de 2012 na Revista da FAMECOS-PUC/RS: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/viewFile/12318/8259 Corpos e “modelos” de masculinidades: o foco nas mídias Celso Vitelli. Resumo: Neste texto, procuro analisar algumas conexões entre os conceitos sobre masculinidades, corpos e mídias. Examino uma pluralidade de protótipos masculinos presentes nas mídias, demarcando superfícies de emergência de diferentes masculinidades, mostrando onde elas podem surgir. Destaco, ainda, os discursos que circulam em torno das ditas “novas” masculinidades, especialmente aquelas que vêm construindo também memórias e discursos corporais masculinos na mídia. Assim, esse estudo evidencia a interlocução entre corpos e masculinidades nas mídias impressas ou televisivas. Nas conclusões desta pesquisa, reconheço que nos tornamos conscientes de que não existe uma masculinidade ou um protótipo de corpo masculino que tenha a solidez de uma rocha, que ofereça uma garantia de ser vivida em plenitude para toda uma vida. Nos discursos das mídias, as mas-culinidades são muitas e vistas como negociáveis e revogáveis. Texto Completo: PDF no link acima.

sábado, 22 de setembro de 2012

ANPAP 2012

sábado, 11 de agosto de 2012

Century of the Child! Expo Virtual no MOMA!

Vale a pena visitar virtualmente a exposição Century of the Child no MoMa! http://www.moma.org/interactives/exhibitions/2012/centuryofthechild/#/

sábado, 7 de julho de 2012

Um belo desenho feito pelo aluno Eduardo Müller na disciplina Laboratório de Projetos de Ensino em Arte - Instituto de Artes/ UFRGS! Obrigado, Eduardo!
A frase é uma brincadeira!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Compartilhando um interessante exercício: Marián costuma realizar com os seus alunos da Faculdade de Educação da Universidad Complutense de Madrid, um exercício muito interessante, "o qual é, sem dúvida, não-sexista e a favor de uma luta positiva pela co-educação, e que consiste em realizar desenhos rápidos sobre frases. O objetivo, em princípio, é acelerar o traço e buscar a síntese da figura humana. Pois bem, as frases que vou dizendo são frases neutras, sem sexo, do tipo "enquanto corria em direção ao avião, se lembrou que tinha esquecido os papéis da reunião", "sua figura se assemelhava à natureza", "o ser humano não tem limites", etc. Frases sem sexo, mas com gênero, com um gênero construído há anos, do qual vamos nos desvinculando muito pouco a pouco e que relaciona tudo aquilo que tem importância, na esfera pública, com a ação, com o poder, com o masculino; e tudo aquilo que tem a ver com a infância, com a esfera privada, a ajuda, o passivo e o doméstico, com o feminino (CAO, 2008, p.74-75) Fonte: CAO, Marián López Fernández. Educar o olhar, conspirar pelo poder: gênero e criação artística. IN: BARBOSA, Ana Mae: AMARAL, Lilian (Orgs.). Interterritorialidade: mídias, contextos e educação. São Paulo: Ed. SENAC, 2008, p. 69–85;

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Mirian C. Martins (2003)

Para Mirian Celeste Martins (2003), "o professor pesquisador é um leitor de imagens que elege aquelas que vão adentrar na sala de aula para o deleite e investigação dos alunos". Segundo a autora, seleção é dizer sim e não, sempre é ênfase e exclusão. Combinação é recorte!

sábado, 7 de abril de 2012

Precursor do vídeo como arte mostra trabalhos no Brasil - Folha de S. Paulo

Precursor do vídeo como arte mostra trabalhos no Brasil

Bill Viola expõe obras produzidas desde os anos 1970 que desconstróem imagens em movimento do artista

Mostra abre 5ª edição de evento dedicado às artes visuais e à música em São Paulo, no Rio e em Barcelona.
Em SP o evento ocorre até 27 de abril no Museu da Imagem e do Som e segue depois para o Sesc Pompeia, entre 8 e 31 de maio.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Arthur Bispo do Rosário

Quem não viu não pode perder o forte trabalho de Arthur Bispo do Rosário na exposição A poesia do fio, no Santander Cultural. Fica até o dia 29/04/2012.

Celso Vitelli, "Autorretrato em vermelho", 2011.

Celso Vitelli, "Autorretrato em vermelho", 2011.

Celso Vitelli, "Casamentos Pélvicos", 1994, veludo s/papel corrugado

Celso Vitelli, "Casamentos Pélvicos", 1994, veludo s/papel corrugado

Celso Vitelli, "Casamentos Pélvicos", 1994, detalhe

Celso Vitelli, "Casamentos Pélvicos", 1994, detalhe

Celso Vitelli, "Anástrofe", 1994.

Celso Vitelli, "Anástrofe", 1994.

Celso Vitelli, "Expectatu", veludo s/papel corrugado, 1994

Celso Vitelli, "Expectatu", veludo s/papel corrugado, 1994
Foto de Elaine Tedesco

Celso Vitelli, "Bixo", 1993, tecido s/papel corrugado

Celso Vitelli, "Bixo", 1993, tecido s/papel corrugado

Celso Vitelli, "Silêncio", 1992

Celso Vitelli, "Silêncio", 1992

Celso Vitelli, "Siga Nesta", 1997.

Celso Vitelli, "Siga Nesta", 1997.

Celso Vitelli, "Fêmurs e Fíbulas" ,1998

Celso Vitelli, "Fêmurs e Fíbulas" ,1998

Celso Vitelli, "Criação de adão com bolinhas de sabão" (detalhe), tecido e guache s/papel corrugado

Celso Vitelli, "Criação de adão com bolinhas de sabão" (detalhe), tecido e guache s/papel corrugado
1993

Celso Vitelli, "O Golpe", 1993, tecido s/papel corrugado.

Celso Vitelli, "O Golpe", 1993, tecido s/papel corrugado.

Celso Vitelli, "Traição", 1993, tecido s/papel corrugado.

Celso Vitelli, "Traição", 1993, tecido s/papel corrugado.